Comunicado aos sócios do Clube Oriental de Lisboa

Foi o Clube Oriental de Lisboa, confrontado com o possível encerramento da Piscina do Vale Fundão.
Tal situação, decorre do aumento exponencial dos custos com eletricidade e gás, aumento esse que terá levado a Junta de Freguesia de Marvila a ponderar este cenário.
De acordo com a informação do Presidente da Junta de Freguesia de Marvila, as despesas com o gás, eletricidade e água, só serão assumidas até ao final do mês de julho, sendo que a partir dessa data, se não existir uma comparticipação da Câmara Municipal de Lisboa, que cubra o diferencial de custos, decorrentes do aumento, acima referido, a Junta de Freguesia de Marvila, deixará de suportar estes custos.
Tal situação, transferia para o Clube Oriental de Lisboa, o ónus de suportar as referidas despesas que segundo estimativa apurada, poderão rondar os 40 mil euros mensais.
Como os sócios devem compreender, o Clube Oriental de Lisboa, não possui capacidade financeira, para suportar este encargo mensal.
A gestão da piscina, nos últimos anos, tem apresentado vários exercícios, com prejuízo financeiro, suportados pelo clube, mas o facto de querermos continuar a proporcionar, aos nossos sócios e à população da freguesia, a prática de várias modalidades, como o polo aquático, triatlo ou a natação quer de competição ou como atividade de aprendizagem ou lazer, levaram as várias direções do clube, a continuar a gerir a Piscina do Vale Fundão.
Sabemos que a Junta de Marvila, encetou contatos com a Camara Municipal de Lisboa, tendo como objetivo, receber apoios financeiros, que viabilizem a continuação da atividade na piscina, a partir de setembro de 2022.
Neste momento, o encerramento da piscina do Vale Fundão é apenas e frisamos apenas, um cenário hipotético, pois ainda não existiu da parte da Camara Municipal de Lisboa uma resposta à exposição e pedido de apoio da Junta de freguesia de Marvila.
Neste contexto, e como parte interveniente neste processo, a Direção do Clube Oriental de Lisboa , começou já encetar esforços junto da Junta de Freguesia Marvila e da Camara Municipal de Lisboa, para que a continuação da atividade da Piscina do Vale Fundão seja uma realidade, pois existem postos de trabalho que queremos preservar e atividades que queremos continuar a oferecer aos utentes da piscina.
Vamos aguardar calmamente, mas atentamente, sem descuramos a nossa intervenção, os próximos desenvolvimentos deste processo.
Assim que existam informações relevantes, as mesma serão transmitidas aos sócios pelos canais de informação habituais.
A Direção

Deixe um comentário

Obrigado, patrocinadores

O Sonho está vivo!