Jogo de emoções fortes em Santa Maria da Feira no empate a duas bolas entre Feirense e Oriental. A partida disputada no Estádio Marcolino de Castro e referente à 7.ª jornada da Segunda Liga foi intensa do primeiro ao último minuto e para além dos quatro golos apontados contou ainda com duas grandes penalidades e com as expulsões dos guarda-redes das duas formações.

O Oriental entrou a todo o gás e logo aos três minutos o guardião da casa Makaridze quis fintar Fernando e depois de perder a bola para o extremo brasileiro acabou por derrubá-lo em falta dentro da grande área. Da infração resultaram o cartão vermelho direto para o atleta da casa e a grande penalidade que Daniel Almeida converteu com sucesso dando a vantagem aos Guerreiros de Marvila (6').

 
 
  O tento inaugural não fez o conjunto grená e branco abrandar e logo aos 9 minutos o passe de Júlio César encontrou Fernando que à entrada da área disparou em arco para o fundo das redes agora à guarda de Otávio, naquele que será certamente um dos melhores golos da jornada. Depois da forte investida inicial do Oriental, o Feirense partiu em busca do prejuízo e conseguiu reduzir à passagem do minuto 37 quando Platiny converteu com êxito o penalti que castigou a falta, duvidosa, de João Pedro sobre Barge.

No período inicial da etapa complementar o Oriental voltou a encostar o Feirense às cordas e aos 50 minutos Gilson Varela saiu em velocidade no contra-ataque e isolou Fernando que, na cara do golo, permitiu a defesa a Otávio antes de Tom na recarga atirar por cima. Dez minutos mais tarde o recém-entrado Cris empatou a partida num grande pontapé de ressaca de meia distância (60') e logo a seguir Gilson Varela voltou a ter nos pés uma nova grande oportunidade para dilatar o marcador mas já dentro da área atirou rasteiro para fora (62').

Nos minutos finais do encontro o Oriental partiu com tudo em busca da vitória e aos 88 minutos na sequência de um livre longo para a área o guarda-redes fogaceiro atrapalhou-se a sair dos postes e o esférico sobrou para Tom que, em boa posição, falhou o alvo (87'). Já em cima do minuto 90 Rafael Veloso a correr até meio do seu meio campo para cortar uma bola longa e já depois de desviar o esférico para fora foi abalroado por Platiny que depois do choque caiu magoado no terreno. Talvez influenciado pelo aparato do choque entre os dois jogadores, o árbitro Luís Ferreira optou por exibir o cartão vermelho direto a Rafael Veloso numa decisão errada que acabou por surgir no enquadramento da sua tendência ao longo de todo o encontro de castigar com cartões os jogadores da formação de Marvila.

Com Tom na baliza em virtude da impossibilidade de João Barbosa efetuar mais alterações, o encontro terminou sem mais ocasiões de relevo consumando-se assim um empate que mantém o Oriental na 16.ª posição da Segunda Liga agora com 8 pontos. O próximo encontro é já no próximo domingo, 20 de Setembro, às 16h00 contra o CD Aves no Campo Eng.º Carlos Salema.